Ir para conteúdo
«
»

Jorah Little-Wall

Participante
  • Postagens

    30
  • Desde

Reputação

5 Neutro

Informações pessoais do participante

  • Estado
    Outro (fora do Brasil)
  • Idade
    18-24 anos
  • Sexo
    Masculino
  • Principal campo de interesse
    Segurança Digital
  • Sistemas operacionais que utiliza no desktop (múltipla escolha)
    Windows 7
    Windows 8.x
    Windows 10
  • Interesse na Comunidade BABOO (múltipla escolha)
    Solucionar minhas dúvidas e problemas
    Ajudar a solucionar dúvidas e problemas de outros
    Ler conteúdo exclusivo
    Comentar artigos do BABOO PRO
    Ser ajudado pelo próprio Baboo
    Aprender lendo os problemas e soluções postadas
    Remover vírus/malware
  • Profissão
    None

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá. Esse site é muito famoso: O que é um ransomware? Ransomware é um tipo de malware que restringe o acesso ao sistema ou a certos arquivos e cobra um valor de “resgate” para que o acesso possa ser restabelecido. Exemplos conhecidos incluem o CryptoLocker, CryptoWall, CTBLocker, CoinVault e Bitcryptor. Ferramentas para desbloquear arquivos criptografados por este tipo de ameaça também estão disponíveis no portal No More Ransom. O portal foi lançado pela Unidade de Crime de Alta Tecnologia da Polícia Holandesa, European Cybercrime Centre (EC3) da Europol e duas empresas de cibersegurança – a Kaspersky Lab, McAfee e a ESET. Acesse o portal clicando aqui. (Fonte: baboopro.com.br.) Acompanhe algumas notícias como esta, no site Baboo PRO... Há muitas informações interessantes.👍
  2. Olá. Não é possível restaurar as interfaces anteriores do Windows Defender: No Windows 10, versão 1703 e posterior, o aplicativo do Windows Defender faz parte da segurança do Windows. As configurações que antes eram parte do cliente do Windows Defender e das principais Configurações do Windows foram combinadas e movidas para o novo aplicativo, que é instalado por padrão como parte do Windows 10, versão 1703. (Fonte: docs.microsoft.com.) (Para mais detalhes acesse este tópico, que aborda a integração do Windows Defender antivírus no aplicativo de segurança do Windows.)👍
  3. Olá. Você fez alguma alteração importante no Windows, recentemente? Instalou um antivírus, testou configurações, atualizou algum driver? Talvez o problema não esteja no Windows Update em si, mas em algo no sistema operacional que está conflitando com a instalação desta atualização (KB4512941); em último caso, o problema pode estar na própria atualização - e assim sendo, o melhor é ocultar a mesma, e aguardar próximos lançamentos. ⬇️ Faça o seguinte: 1. Acesse este tutorial no YouTube - está em inglês, mas não é difícil -, o tempo marcado mostrará o 3° passo; se após executar esse passo, reiniciar o Windows, e o problema persistir, assista ao vídeo desde o início e tente os demais (os comandos estão na descrição). 2. Acesse este guia para ocultar atualizações problemáticas do Windows ou de drivers. (Futuras atualizações deverão ser instaladas sem problemas.) O problema deverá ser resolvido.👍
  4. Olá. Existem alguns procedimentos que tentam implementar e habilitar outro idioma de exibição nas edições Home Single Language do Windows 8.x e 10... Mas eles podem causar erros indesejados, pois, essa edição por padrão, não permite que outros idiomas (de exibição) sejam adicionados. Não obstante, caso faça a alteração forçadamente, é possível que nem todo o conteúdo seja traduzido do idioma base do sistema. ⬇️ Como a licença digital (e Product Key) do Windows não depende de um idioma em específico para ser validada, eu sugiro que você faça uma nova instalação - com o idioma desejado. (Dificilmente uma instalação "do zero" é o método mais aconselhável, mas nesse caso, acredito que evitará maiores problemas.) Este breve tutorial ensina a instalar e ativar o Windows 10: baboopro.com.br/como-instalar-e-usar-o-Windows-10-de-graca/. (Eventualmente, essa solução pode prejudicar seu trabalho, por exemplo... Se assim for, talvez o@Babooou outro membro possa ajudá-lo melhor.)👍
  5. Olá. Essa definição causa mudanças muito drásticas na disposição de aplicações modernas e outros? Se não atrapalhar muito, parece ser viável... (Vou dar uma lida.)👍
  6. Olá. O novo Microsoft Edge baseado no Chromium utiliza qual motor de tradução, Microsoft Translator (Bing) ou Google Translator?👍
  7. Olá. Como toda desenvolvedora de softwares, a Kaspersky possui versões e edições diferentes de seus produtos - por esse motivo é comum confundir-se. As edições pagas do Kaspersky Endpoint Security Cloud (base e Plus) são destinadas ao uso empresarial. Já as edições pagas do Kaspersky Security Cloud (Personal e Family), podem ser utilizadas por usuários domésticos, e elas são mais completas do que as outras da linha tradicional (Kaspersky Antivírus, Kaspersky Internet Security e Kaspersky Total Security). Há também uma edição gratuita, mas com recursos limitados: Kaspersky Security Cloud - Free. Atualmente, é recomendada a substituição do Windows Defender... Comparado a outros antivírus, a usabilidade é limitada, a performance é inferior, e pode ter sua proteção ativa facilmente comprometida por alguns programas. Qual antivírus escolher, pago ou gratuito, é uma opção pessoal. Sobre problemas na reprodução de vídeos no YouTube... A causa pode ser muitas coisas. Desde o YouTube enfrentando instabilidades, um navegador desatualizado, extensões conflituosas, malwares, até problemas com a própria internet. Tente redefinir as configurações do navegador (acesse support.google.com/chrome/ para o Chrome, e support.mozilla.org/ para o Firefox). ⬇️ Importante: sempre faça varreduras online antes de instalar um antivírus, e caso desconfie que o sistema operacional está infectado por malware.👍
  8. Olá. O Windows Update, embora fundamental, é um componente sensível do Windows. Na tentativa de utilizá-lo, muitos erros podem surgir, e nem mesmo o suporte da Microsoft é capaz de fornecer uma solução precisa/específica para todos os casos (e atualmente, o objetivo deles continua sendo fazer com que todos migrem para o Windows 10). No início deste ano, 2019, ocorreram vários problemas, envolvendo servidores a atualizações problemáticas - tanto no Windows 7, quanto no 8.x e 10... Lembro-me que após uma nova instalação, em um período de até duas semanas, não fui capaz de baixar e instalar corretamente as definições mais recentes do Windows Defender, no Windows 7. O Windows 10 possui um conjunto mais robusto, tendo automatizado várias tarefas importantes, inclusive de remediações - o que torna os processos de atualização mais eficientes. Mas inúmeros erros, ainda, resistem. ⬇️ Bem, para o problema que está enfrentando no Windows 7, você pode tentar: configurar o Windows Update para buscar automaticamente as atualizações (mas permitir que você decida quando baixá-las e instalá-las), em seguida, parar o serviço dele em Serviços; abrir o Prompt de Comando (admin) e executar o comando sfc /scannow, reiniciar o Windows, e aguardar 30 minutos antes usá-lo. Fazendo isso, o Windows poderá corrigir possíveis corrupções nos arquivos, e durante o tempo em que estiver ocioso, realizar manutenções agendadas e encontrar atualizações disponíveis. Como alternativa: 1. Acesse support.microsoft.com/help/10164/fix-Windows-update-error, e em 'Em qual versão do Windows você recebeu o erro?' selecione o Windows 7, e baixe a 'Solução de Problemas do Windows Update'. 2. Acesse support.microsoft.com/kb/971058, e siga as instruções em 'Como faço para redefinir os componentes do Windows Update?'.👍
  9. Olá. Eu também gostaria de saber um pouco mais sobre esse browser, Brave. Principalmente em relação à segurança... Um site, restoreprivacy.com, menciona ele como uma boa opção para usuários preocupados com privacidade - e que seu atual principal desenvolvedor já trabalhou formalmente para a Mozilla. Provavelmente, ainda não chega a ser um concorrente forte o bastante para enfrentar o Google Chrome ou o Firefox. Há um tempo atrás, li que ele recebe atualizações a cada várias semanas, 4-6, um tanto demorado quando comparado aos outros. Mas, seria bom ter mais opiniões.👍
  10. Olá. Sim, e não apenas de infecção por malware... O que acontece é que ao utilizar uma conta que não faz parte do grupo de administradores, você acessará a maioria dos programas e funcionalidades do sistema operacional - normalmente - sem privilégios especiais (administrativos). Isso cria uma "barreira natural" e eficaz contra muitas brechas de segurança. Quando alguma tarefa requisitar, permissões elevadas poderão ser dadas a ela - bastando inserir a senha de uma das contas de administrador. E, esse é o ponto! Você sempre saberá qual aplicação, desde que individual, está tentando obter permissões administrativas, e poderá facilmente negá-las. Sabendo disso, é altamente recomendável sempre criar uma conta de usuário padrão para o uso tradicional do sistema operacional. Mas não se engane, essa medida não elimina as demais precauções relativas a segurança, e que todos devemos adotar. (Às vezes, erros estranhos podem ocorrer ao utilizar uma conta de usuário padrão, mas, são pontuais. Além disso, configurações - queridas por muitos - como as personalizações disponíveis em Executar > sysdm.cpl > Propriedades do Sistema > Avançado > Desempenho > Configurações > Efeitos Visuais, não funcionam adequadamente.)👍
  11. Olá. Você seguiu o passo a passo à risca? Se sim, o problema pode estar relacionado com a verificação e substituição de certificados nos navegadores ou, com a verificação de conexões criptografadas - ambas realizadas pelo antivírus Kaspersky. Para confirmar ou eliminar essas possibilidades, desative temporariamente as respectivas verificações... Com todos os programas fechados, faça o seguinte: Abra a janela principal do aplicativo da Kaspersky Lab e clique em . Vá para a seção Adicional e selecione Rede. Desmarque a opção Injetar script no tráfego da Web para interagir com páginas da Web. Leia o aviso e clique em Continuar. (A injeção de scrip no tráfego da Web foi desativada.) Selecione a opção Não verificar conexões criptografadas. Leia o aviso e clique em Continuar. (A verificação de conexões criptografadas foi desativada.) (Fonte: support.kaspersky.com.) Reinicie o Windows, e teste os navegadores afetados. Se não ocorrer o erro, desfaça as alterações uma de cada vez - na mesma ordem - testando os navegadores, para descobrir qual das duas é a responsável pelo problema. (Sempre feche os navegadores, reabrindo-os somente após a conclusão das configurações.) Por último, por favor, entre novamente em contato com o suporte da Kaspersky, e conte o que descobriu para que eles possam auxiliá-lo. (Faça isso em: support.kaspersky.com, escolha a opção Uso geral do produto, e então, "Converse com um especialista" ou "Ligue para o suporte" - atente-se aos horários de atendimento, nas descrições. Se o atendimento recebido for insuficiente/insatisfatório, há a alternativa de contatar o suporte de outro país - para tal, o(a) atual atendente poderá lhe fornecer as devidas instruções.)👍
  12. @Baboo, agradeço pelas considerações...🙂 Eu concordo com você, a instalação automática - não só de drivers - em muitos cenários, veio para ajudar. Apenas a forma como isso acontece... poderia ser diferente. Quando digo que o Windows "empurra", estou querendo dizer que ele força o download e a instalação dos drivers, e ele faz isso para todos. Gostaria de não ter dor de cabeça na hora de lidar com drivers não críticos, que não impeçam o funcionamento do sistema (como os de áudio e vídeo). Poderia haver uma maneira mais funcional de lidar com isso. Não que seja uma coisa boa..., mas fiquei um pouco aliviado em saber que não sou o único que pensa assim.😅 Mas como você mencionou, ele tende a funcionar perfeitamente; embora as definições de algumas políticas possam interferir negativamente em outras - ás vezes, invalidando-as. Sim, eles diferenciam no funcionamento, mas tudo parte do mesmo ponto, do Windows Update. O Gerenciador de Dispositivos permite um controle maior dos drivers, mas poderia ser ainda maior, talvez por meio do Editor de Política de Grupo. Já enfrentei problemas ao tentar reverter ou desinstalar um driver de vídeo (e também de touchpad) pelo Gerenciador de Dispositivos, que havia sido instalado automaticamente pelo Windows. Revertendo o driver: nada acontece com os arquivos que foram instalados; a respectiva versão indesejada, somente entra em desuso - impedindo uma "instalação limpa" manual de outra versão, mais adequada. Desinstalando o driver: com a "caixa de exclusão completa", marcada, ele é excluído e substituído por um padrão (genérico) do sistema - e assim é mantido. O problema é, que se logo após outra versão for instalada manualmente, o Windows poderá reinstalar novamente (automaticamente) a versão anterior que ele havia originalmente baixado - não importando se ela é mais antiga ou mais recente. Algo indesejado. Isso, claro, foi a experiência que tive. Posso estar enganado ou, recentemente algo pode ter mudado. É, seria necessária uma mudança moderada, que pudesse contornar isso. Bem, existem problemas em todos os lugares, não apenas no Windows e na integração de drivers... Como ponderei "(...) ninguém vive constantemente reclamando por não poder utilizar seu dispositivo devido às atualizações automáticas (...)". No fim, pode ser que seja mesmo "muita discussão".👍
  13. Olá. Quando o assunto é antivírus, erros como esse são relativamente comuns. O suporte da Kaspersky é capacitado e atencioso, inclusive no Brasil. Sugiro que você retorne o contato, e descreva novamente a sua situação, não poupando os detalhes. ⬇️ Como alternativa, por favor, siga este passo a passo em todos os seus dispositivos afetados: 1. Desinstale o antivírus que está utilizando atualmente. Faça isso acessando o Painel de Controle, em "modo normal" - e reinicie o Windows. 2. Temporariamente, exclua todos os pontos de restauração e desative a Proteção do Sistema, para que o Windows não crie novos - e reinicie o Windows. 3. Baixe a ferramenta especial de remoção que os desenvolvedores dos antivírus disponibilizam - baixe a do último antivírus que instalou, e a do Kaspersky. Atente-se para as versões da ferramenta para produtos Home, Business e trial. Para executá-las, por via de regra, entre no Modo de Segurança sem rede (configurando através do msconfig), e use uma de cada vez, sempre reiniciando o Windows após. (Para produtos Kaspersky: 'kavremover tool' support.kaspersky.com/common/uninstall/1464; para produtos Bitdefender: 'Uninstall tool' bitdefender.com/uninstall/; para produtos ESET: 'Uninstaller tool' support.eset.com/kb2289/; para produtos Panda Security: 'Generic Uninstaller' pandasecurity.com/support/card?id=82011; para produtos Avira: 'Avira Registry Cleaner' avira.com/downloads#tools; para produtos Avast: 'avastclear' avast.com/uninstall-utility.) 4. Saia do Modo de Segurança (configurando através do msconfig). 5. Execute o utilitário Limpeza de Disco do Windows (admin), faça uma varredura no disco "C", marque todas as caixas, menos Downloads, e faça a limpeza. Depois, execute o CCleaner portátil x64 (admin) ccleaner.com/ccleaner/download/portable; na aba de opções, avançado, configure-o para apagar arquivos com menos de 24 também, após isso, na aba de limpeza personalizada, marque as caixas de arquivos temporários e cache de DNS, faça uma análise e limpe - e reinicie o Windows. 6. Abra o Prompt de Comando (admin), e execute o comando sfc /scannow (independentemente do resultado dele, siga o próximo passo) - e reinicie o Windows. Execute o comando DISM /Online /Cleanup-Image /ScanHealth; se ele relatar que correções podem ser feitas, execute o comando DISM /Online /Cleanup-Image /RestoreHealth (se não, não é necessário) - e reinicie o Windows. Se esse último comando fizer correções, execute novamente o sfc /scannow - e reinicie o Windows. 7. Abra o Gerenciador de Dispositivos e verifique se há alterações (clicando no ícone que contém uma lupa, próximo ao canto superior esquerdo); depois abra o Windows Update e verifique se há atualizações disponíveis - e reinicie o Windows. 8. Ative a Proteção do Sistema, definindo pelo menos 10 gigabytes de espaço. E crie manualmente um ponto de restauração (dê qualquer nome). 9. Faça o download do instalador mais recente do respectivo antivírus Kaspersky em kaspersky.com ou my.kaspersky.com, execute-o (admin), e instale o antivírus - ative-o se necessário. Sem fazer nenhuma configuração, apenas atualize seus bancos de dados e módulos - e reinicie o Windows. Para configurar a proteção acesse baboopro.com.br/kaspersky-internet-security-2019. Dificilmente o problema irá persistir!👍
  14. Olá. Tenho lido algumas reclamações de usuários que estão enfrentando problemas com a instalação de drivers no Windows... E decidi expor um pouco da minha opinião. Pelo maior fluxo, entendi que esta área seria a melhor para abordar este tópico. Bem, particularmente, considero ruim a forma como o Windows "empurra" o download e a instalação - automáticos - de drivers não críticos. Não há problema em querer oferecer a melhor experiência possível aos usuários, mas isso é diferente de ser inconveniente. Por que desde o primeiro momento é tão difícil desativar a instalação automática de drivers, como os de som e vídeo, quase que impossibilitando que usuários comuns possam resolver alguns problemas simples? Uma coisa tão importante... Com certeza existem configurações mais insignificantes para as quais é dada uma enorme atenção. Nas edições do Windows aonde o Editor de Política de Grupo está nativamente habilitado, há algumas definições disponíveis que abordam justamente o download e a instalação de drivers, bem como outras mais drásticas, mas estão distribuídas em pastas distintas... Nada intuitivo. Outra coisa é que, os downloads são provenientes do Windows Update, sim; mas tanto ele quanto o Gerenciador de Dispositivos, atuam na busca e instalação de drivers, e de modos diferentes - o que confunde alguns. Além disso, possíveis soluções como utilizar o Gerenciador de Dispositivos para reverter um driver, até o presente momento, não o desinstala do sistema operacional - posteriormente, impossibilitando uma instalação limpa manual que pode resolver problemas persistentes. E, caso a desinstalação do driver seja feita através do Painel de Controle, bem como do Gerenciador de Dispositivos, mais cedo ou mais tarde, o Windows irá reinstalá-lo automaticamente (geralmente a mesma versão, o mesmíssimo driver). Apesar de desaprovar algumas, ninguém vive constantemente reclamando por não poder utilizar seu dispositivo devido às atualizações automáticas fornecidas pela Microsoft... Os casos em que uma intervenção direta é necessária, são minoria. No entanto, o fato é que, por conveniência, algo poderia ser feito a respeito. Deveríamos ter um "fácil" controle, ainda maior; visto que o Windows é uma grande ferramenta capaz de atender de desconhecedores a especialistas. E vocês? Acreditam que é um equívoco pensar assim (e "muita discussão"), ou que a Microsoft realmente precisa rever isso?...👍
  15. Olá. Talvez, nessa data, ainda não seja sensato confiar na proteção do Windows Defender (logo, Microsoft Defender)... Ele vem melhorando significativamente e, a Microsoft parece ter grandes intenções para ele. Mas seu desempenho ainda é muito inferior ao de outros antivírus, tanto em proteção quanto em performance e usabilidade - os resultados de um ou dois testes, não devem ser considerados a útilma palavra. Uma coisa interessante a respeito do Windows Defender, é que ele continua sendo facilmente desabilitado por alguns malwares e utilitários simples, mesmo com o módulo que protege contra violações, ativado. Outro ponto negativo, de certa forma, é que ele depende do Windows Update para manter-se atualizado, e isso é sim, um fator a ser considerado. Quem sabe ele se torne um produto mais íntegro em um futuro próximo... Até lá, existem outras alternativas. A segurança do sistema operacional deve ser levada a sério; lembre-se sempre do prejuízo que um ransomware, por exemplo, pode causar. 👍
×
×
  • Criar Novo...