Ir para conteúdo
«
»

Daniel.Mourthe'

Participante Mensal
  • Postagens

    26
  • Desde

Reputação

9 Neutro

Informações pessoais do participante

  • Estado
    Santa Catarina (SC)
  • Idade
    45-60 anos
  • Sexo
    Masculino
  • Principal campo de interesse
    Windows
  • Sistemas operacionais que utiliza no desktop (múltipla escolha)
    Windows 7
    Windows 10
    Windows Server
  • Interesse na Comunidade BABOO (múltipla escolha)
    Solucionar minhas dúvidas e problemas
    Ajudar a solucionar dúvidas e problemas de outros
    Ler conteúdo exclusivo
    Ser ajudado pelo próprio Baboo
    Aprender lendo os problemas e soluções postadas
  • Profissão
    Analista de Suporte
  1. Concordo absolutamente com seu raciocínio: se até um disco na USB sofreu o dano, não foi a controladora H330 não. Este seu caso é realmente peculiar e, ao menos no meu círculo de amizades na profissão, não me lembro de caso semelhante desde que me entendo por gente. Eu particularmente não gosto de passar por um problema sem conseguir identificar a causa, mas esse aí está tão estranho que talvez nunca se descubra. Todos em RAW é sinistro, rsrs. Eu só presenciei uma situação parcialmente semelhante com um servidor Dell PowerEdge 2900, se não me engano, rodando, na época, Windows Server 2008 R2: pessoal que operava ele deu um mole e o servidor ficou sem energia elétrica no meio de um boot. Resultado: O Windows não carregava mais. Tive que ir lá ajudar e, graças a um backup externo em fita, recuperamos a partição de boot. Mas a diferença está aí: haviam vários outros discos e partições, mas somente "C:" é que se corrompeu. Só não me lembro que a partição ficou em RAW também... foi em 2006 ou 2007 e minha memória não é tão boa assim. Bem, se um dia finalmente vc descobrir, compartilha. Sucesso!
  2. Encontrei esse código aqui no GitHub e todas as URLs usadas são da Microsoft, ou seja, indica ser oficial e confiável: https://gist.github.com/AveYo/c74dc774a8fb81a332b5d65613187b15 Inclusive, "acho" que você pode simplesmente copiar a URL no meio do código para baixar o MediaCreationTool pra versão específica do Windows que você deseja. Indico acessar a página para ter informação clara das versões: https://docs.microsoft.com/pt-br/windows/release-information/ Curiosidade: vc quer versões mais antiga para fazer o que?
  3. Quem tem licenciamento por volume com a Microsoft, tipo contrato Open, também consegue baixar versões antigas.
  4. Rodrigo, faz tempo que trocamos mensagens aqui, estive muito ocupado. Mas naquela ocasião eu já tinha confirmado que é possível que o acidente que ocorreu com seus HDs tenha sido viabilizado por (atenção, não escrevi provocado por) firmware DESATUALIZADO da sua Controladora de Disco, a PERC H330. No site da Dell tem atualização para ela classificada como "URGENTE" ou coisa pior que não me lembro agora. O FATO é que eu li o "release notes", coisa que eu inclusive SEMPRE faço, e diz lá que há uma atualização que conserta problemas sérios. Lembrando que vc não mencionou ter atualizado o firmware da H330. Eu sempre treinei minhas equipes com uma brincadeira: eu perguntava assim: qual é o primeiro mandamento de um bom técnico de infra???... Bem, até hoje, ninguém chegou perto. Resposta: TODOS os equipamentos que compramos já chegam desatualizados. E quando digo desatualizado, é tudo desatualizado meeesmo. Em Servidores temos: - BIOS; - Firmware do Backplane de discos (em caso de servidores com gaveteiros); - Firmware das Controladoras de Discos (tem servidor que vem com 2 ou mais); - Firmware da Controladora de Gerenciamento (iDRAC na Dell, iLO na HP etc.); - Firmware das placas de rede (SIM, placa de rede TAMBÉM tem Firmware e TAMBÉM tem bugs horrendos); - Firmware da HBA (Host Based Adapter) em caso de interligação com Storage Externo; - Firmware de TODOS os HDs e SSDs (SIM, HDs e SSDs também tem firmware e TAMBÉM consertam bugs tenebrosos); - Firmware da FONTE de ALIMENTAÇÃO (SIM as PSUs Hot-Swap tem firmware!). Outra coisa que vejo poucos técnicos verificarem, são os firmwares dos Switches gerenciáveis. Também chegam SEMPRE desatualizados e, para quem, como eu, lê todos os "release notes" das atualizações de qualquer equipamento, percebe que tem bug sério pra tudo quanto é lado e, na moral, MUITO técnico perde tempo, saúde, credibilidade e eficácia porque simplesmente ignora essa máxima: verificar firmware ANTES de colocar em produção e revisar periodicamente para SEMPRE, até sair de operação. Claro que não citei, mas Roteadores, NO-BREAKs, Access Points Wi-Fi, Câmeras (inclusive de Notebooks), DVRs, NVRs etc etc etc. Até a tela touch do meu Notebook tem firmware e eu atualizei ela duas vezes, se não me engano. E eu devo estar esquecendo algo e a galera pode comentar o que mais tem Firmware no nosso mundão. Mas a parada é a seguinte: tudo segue a mesma máxima de chegar desatualizado. (Galera, antes de postar algum comentário sobre equipamentos home-office, esse NÃO é meu foco, ok? D-Links, TP-Links, Encores etc. da vida NÃO contam. Eu só lido com ambientes empresariais estruturados (ou eu tô estruturando)). Numa época que eu tinha 12 técnicos na minha equipe e fiz um treinamento onde falava sobre isso para eles, eu deixei um desafio: que, a partir daquela data, alguém me trouxesse um equipamento qualquer de TI que a empresa comprasse e que tenha chegado realmente com o último firmware (ou BIOS). Um ano e pouco depois todos foram unanimes: nenhum equipamento que eles estiveram instalando e configurando havia chegado atualizado. "Qual é o primeiro mandamento de um bom técnico de infra? TODOS os equipamentos que compramos já chegam desatualizados." Daniel Mourthé
  5. Pode usar sim!!! Sem problema algum. Será uma honra. E Aurélio, já adianto que QUALQUER post que eu fizer aqui no seu site, você está autorizado a usar onde quiser e por quanto tempo quiser.
  6. Vou ser novamente chato, já aviso. Academicamente falando, a definição de Backup é "Cópia de segurança armazenada em mídia removível e enviada para local diferente e distante da origem". Portanto, para seu próprio bem, não chame o que você tem de Backup. Eu já testemunhei vários casos em que um chamado "Backup" não serviu de nada. Exemplos: Incêndio e roubo. O backup estava, ou na mesma máquina, num HD diferente, ou num dispositivo externo qualquer ou até numa máquina ao lado. De nada adiantou, foi tudo perdido. Veja a foto: O CPD da empresa era até bem feito e organizado, mas o Ar-Condicionado antigo pegou fodo. No passado: Eu já tive que receber diariamente uma empresa chamada Iron Mountain para pegar a fita de backup da noite anterior e trazer a do dia. Uma baita chatice. Atualmente: Hoje em dia já está bem mais fácil, pois é viável fazer backup pela internet, tendo um uplink compatível com o volume que você precisa fazer backup. Então reveja seus conceitos e providencie um Backup DE VERDADE. Eu uso o Azure, pois é dos mais baratos, tem Datacenter e armazenamento aqui no Brasil e é, obviamente, super confiável. Como software de Backup eu uso hoje em dia o Microsoft Azure Backup, o Microsoft DPM, o Cloud Berry e o Macrium Reflect, mas já usei o Backup Exec que é muito bom também. Fica a dica: Não caia na besteira de usar um armazenamento fora do Brasil. Quando você precisar fazer um restore grande, e eu precisei ano passado, c tá fud..., pois é bem mais lento. Depois desse episódio eu aprendi e no Azure, escolho armazenar no Datacenter que tem aqui mesmo no Brasil. Claro, fiz um ensaio de restore e constatei que é realmente é mais rápido se estiver aqui no país. Aproveita e aprende com os erros dos outros, no caso o meu, e nem cogita serviços ou opções de armazenamento de backup nos EUA ou mais longe. Também não caia na asneira do backup "baratinho" que alguma empresas vendem incluindo as vezes até um software (bem porcaria). O software precisa ser bom mesmo e, atenção, NÃO tem nada de graça faça realmente um bom trabalho de backup DE VERDADE, ou seja, enviado pela Internet para longe de onde os dados estão. Se você não conseguir aprovação ou apoio para aprovar os valores envolvidos, mostre algumas fotos e reportagens de empresas que fecharam depois de um incêncio ou roubo de seus computadores, e até faça como o Baboo MUITO bem sugeriu: diga para quem está acima de você assinar um termo de responsabilidade por NÃO ter um backup na empresa. OU você acha justo ser acordado de madrugada para ir correndo para a empresa para refazer tudo, num esforço de 30, 40, 50 horas ou mais, porque os servidores se perderam e depois receber um tapinha nas costas e um "valeu mesmo cara, vc é 10! Até amanhã!"?? O mundo é dos espertos sobre os trouxas. Em que lado vc prefere estar?
  7. Como estava/está o Firmware e o Driver da controladora de Discos? Qual é a controladora?
  8. O Mark Russinovich, um dos autores desses livros, é fodão mesmo. Conheci o cara na época que ele lançou o Sysinternals e nem era da Microsoft. Não demorou muito para a empresa, sendo inteligente, foi e contratou ele. Tudo que ele escreve ou produz vale a pena conhecer e consumir. Principalmente porque é um cara que tem acesso interno (sendo funcionário Microsoft) a informações especiais e, aliando a uma sensatez e visão realista enormes, produz muita informação útil de verdade.
  9. Aproveitando para citar uma das coisas mais deprimentes que eu tenho visto muito depois que comecei a ter contato com empresas de comercio varejista: Sujeitos que se dizem técnicos fazem a infraestrutura da empresa, colocam um Rack, que é metálico, lá no fundo do estabelecimento ou no segundo andar, onde costuma ser o estoque, e colocam o Modem/Roteador/WiFi (equipamento tipo 3 em 1, o que nunca foi bom desde o tempo nos equipamentos de som. Alguém lembra da Gradiente?), bem, continuando, colocam o 3 em 1 lá dentro do Rack, bem confinado. Aí ficam reclamando durante anos, sério, anos, que a tecnologia WiFi é uma porcaria, que não funciona, que blábláblá. Gostaria de saber como, mas como alguém em sua sã consciência, pode realmente acreditar que as ondas de rádio vão conseguir sair e entrar em uma caixa toda metálica fechada numa boa? Por mágica? Brasileiro tem preguiça de pensar, só pode... Desculpem o desabafo.
  10. Comunidade, não me esfolem pelo que vou falar: Cara, ainda dá tempo para você pensar bem e ir para uma área menos ingrata. Eu indico "Agronomia". É sério. Ser Engenheiro Agrônomo é ducacete. Você vai trabalhar com tecnologia pra caramba, pois no campo hoje já se usa deste computadores, até robores, maquinário autônomo ou semiautônomo, drones, IoT, sensores WiFi e tudo falando em IP reunindo uma massa enorme de dados para analisar com Big Data e IA. Um verdadeiro playground de tecnologias evoluindo sem parar. Você vai trabalhar bastante ao ar livre, o que é ótimo, e vai ter oportunidade de viajar um bocado, o que é muito bom e abre bastante nossas cabeças. E talvez você não saiba, mas o mundo tá aumentando rápido a demanda por comida. O Agronegócio só vai crescer, e muito, no restante desse século. Agora, sem sombra de dúvidas, seja qual for a área que você escolher, se for em exatas, faça sim alguma Engenharia como disse o Baboo. É uma base que faz a real diferença em suas carreiras e vai te catapultar para outro nível. Inglês, nem se discute. You must.
  11. Desculpe, deveria ter sido mais específico. Minhas principais contribuições à sua comunidade podem ser o universo Windows Server, Active Directory e relacionados. Em Windows 10 eu fico quieto só te escutando
  12. Também comecei a usar o Edge Chromium Dev tem 2 ou 3 semanas e também não tive problema algum. Estou gostando e parece bem promissor. A única coisa que tem me incomodando, é que ele insiste em aplicar o corretor ortográfico em Inglês se eu digito algo por ele. Tem como mudar pra PT-Br? Ou ainda nem tem outras línguas?
  13. Acesse essa página aqui da própria Microsoft. https://www.microsoftedgeinsider.com/en-us/
  14. Sou diretamente responsável por 2 centenas de computadores e em 95% deles só se usa o Microsoft Edge e, somente em certos sites, o Internet Explorer. Neste universo tem de tudo: Engenheiros, Arquitetos, Pessoal Administrativo, Financeiro, Contábil, Diretores, RH, DP, etc. Apenas para Advogados, Web Designers e Departamento de Marketing há outros navegadores. VITAL destacar que, para os navegadores do próprio Windows funcionarem bem, banimos os plugins (GBPlugin/Warsaw da Gás Tecnologia, empresa pior que bandido) dos Bancos do Brasil, Caixa Econômica etc. Há máquinas virtuais para acessar esse bancos e quem precisa, usa via RDP. Então dessa esmagadora maioria de 95% de usuários NÃO há problemas, NÃO há reclamações. Tudo funciona muito bem. Fico pasmo e até triste de ver como a maioria caiu no jogo sujo da Google e usa o Chrome. Seguindo a filosofia que o Baboo prega muito bem, Windows simples, poucos softwares e sem mexidas mágicas, tudo funciona bem por anos. Tenho máquinas formatadas a 4 anos que tem o mesmo comportamento confiável deste então. OBS: uso desde sempre instalação limpa via WDS combinado com o MDT. Ou seja, em ambiente empresarial (meu foco) não há real necessidade de se usar o Chrome, salvo muito poucas exceções, e a empresa tem o benefício de que seus computadores e seus colaboradores têm uma máquina de trabalho melhor, por ser mais rápida, mas simples e mais segura. E quem é do suporte, tem menos uma preocupação, menos um software para suportar. Ou seja, todos ganham. ahh, já ia me esquecendo, tem também os que usam muito notebook fora da mesa. O Microsoft Edge usa sim menos bateria, é notável a diferença por qualquer um. Fica aqui o depoimento de confirmação de mais de uma dúzia de usuários com diferentes marcas e modelos. WDS = Windows Deployment Server, MDT = Microsoft Deployment Tool.
×
×
  • Criar Novo...